Pergunte a um Astrônomo

Nome: 
Geraldo Roberto Moreira Júnior
Cidade : 
Vargem Grande do Sul, SP
Pergunta
Caso dois buracos negros supermassivos colidissem, isso perturbaria a estrutura do espaço-tempo ao redor do evento? Caso houvesse um quasar que fosse alimentado por um desses buracos negros que se colidiram ele poderia aumentar o grau de perturbação deste evento caso entrasse no horizonte de evento do buraco negro originado?
Resposta
Sim, a fusão de dois buracos negros perturba violentamente o espaço ao seu redor, através da geração de intensas ondas gravitacionais, num agitado balé gravitacional. Depois da fusão dos buracos negros, a geração de ondas gravitacionais intensas cessa e o que resta é um único buraco negro supermassivo cuja massa é a soma das massas dos dois buracos negros anteriores. Correspondentemente, o raio do horizonte de eventos corresponde à soma dos raios dos buracos negros anteriores. Os astrônomos têm observado vários sistemas que são candidatos a "sistemas binários de buracos negros supermassivos" no universo, no centro de algumas galáxias. Caso um quasar -- que é um buraco negro supermassivo voraz no seu centro de uma galáxia, ativamente almoçando uma grande quantidade de gás (um rodízio de churrasco cósmico para o buraco negro) -- entrasse em rota de colisão com o buraco negro formado no processo descrito acima, este processo geraria por si só um sistema binário de buracos negros que passaria novamente a gerar fortes ondas gravitacionais. Tal evento culminaria na fusão destes objetos e formação de um buraco negro ainda mais massivo.