LIGO Realiza a Primeira Observação de Ondas Gravitacionais

Data: 
16/03/2016 - 14:00
Local: 
Auditório IAG
LIGO Realiza a Primeira Observação de Ondas Gravitacionais e Confirma a Existência de Binárias de Buracos Negros.
 
Odylio Denys Aguiar & César Augusto Costa
Divisão de Astrofísica, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
 
Resumo:
Em 14 de setembro de 2015, às 06:50:45 (horário de Brasília), os dois detectores do Observatório de Ondas Gravitacionais por Interferometria Laser (sigla LIGO em inglês) observaram simultaneamente um sinal de ondas gravitacionais. O sinal variou em frequência de 35 Hz até 250 Hz, com uma amplitude de deformação máxima de 1.10^(-21). Ele coincide com a forma de onda prevista pela relatividade geral para uma fusão de um par de buracos negros espiralando um em direção ao outro, seguida do ressoar do buraco negro resultante. A fusão ocorreu a uma distância de ~ 1.3 bilhões de anos-luz. As massas dos buracos negros iniciais eram de 29 M 36 M, e a massa do buraco negro resultante foi de 62 M⊙. Cerca de 3.0 Mc2 de energia foi irradiada na forma de ondas gravitacionais. Esta observação demonstra a existência de sistemas binários de buracos negros de massas estelares. Esta é a primeira detecção direta de ondas gravitacionais e a primeira observação de uma fusão de uma binária de buracos negros.
 
Nesta apresentação daremos maiores detalhes sobre o processo de detecção e as consequências desta fenomenal conquista da ciência contemporânea. Também traçaremos as perspectivas para o futuro da recém-inaugurada Astronomia de Ondas Gravitacionais.
 
 

Link para assistir a palestra ao vivo:

http://iptv.usp.br/portal/scheduled-transmissions.action