Seminário: Ressonância Magnética Nuclear aplicada ao estudo de arenitos com porosidade anômala

Data: 
21/06/2018 - 16:30
Local: 
Auditório 1 do IAG (Rua do Matão, 1226, Cidade Universitária)

O seminário do Departamento de Geofísica será apresentado pela MSc. Marta  Henriques Jácomo (IAG/USP).
 
Ressonância Magnética Nuclear aplicada ao estudo de arenitos com porosidade anômala
 
Em certas condições geológicas, alguns arenitos são capazes de preservar alta porosidade mesmo após soterramento – esta porosidade é dita “anômala”. Os principais mecanismos para a preservação da porosidade envolvem a presença de cutículas de argila ou de microquartzo. Embora diversos estudos tenham sido efetuados para caracterizar a macroporosidade neste contexto, pouco se sabe sobre a estrutura dos microporos nestas rochas, suas propriedades de superfície e sua relação com os processos de preservação de porosidade, em parte devido às dificuldades experimentais para investigar o espaço poroso na escala sub-micrométrica usando técnicas petrofísicas e petrográficas clássicas. Aqui exploraremos o uso das técnicas de Ressonância Magnética Nuclear (RMN) no estudo da microporosidade. No seminário serão apresentados estudos de caso em três unidades sedimentares onde a porosidade foi parcialmente preservada em função da presença de cutículas de argila ou microquartzo (ou ambos). Serão discutidos os seguintes tópicos: Como a RMN pode ajudar na previsão da qualidade de reservatório? Qual sua importância nos casos de porosidade anômala? Como a mineralogia dos grãos e das cutículas afeta a resposta da RMN e quais os desafios para o emprego da RMN em depósitos siliciclásticos?