Estação Meteorológica do IAG divulga boletim de setembro de 2017

O resumo de setembro de 2017 já se encontra disponível para download no site da Estação Meteorológica do IAG. Para acessá-lo diretamente: www.estacao.iag.usp.br/Mensais/Setembro2017.pdf
 
 
Precipitação total mensal entre outubro/2016 e setembro/2017 (esse último, destacado em vermelho), além da normal 1933-1960 (linha com círculos), normal 1961-1990 (linha com quadrados) e da média 1933-2016 (linha com triângulos).
 
Um dos destaques de setembro/2017 foi a baixa taxa de precipitação, com o total de precipitação mensal (45,5mm) abaixo da média climatológica (79,5mm). A média mensal de umidade relativa do mês (69,2%) foi a menor já registrada para o mês desde 1957 (o recorde anterior era 70,1%, em setembro/1963). Outro recorde relacionado foi o registrado para a umidade relativa média mínima mensal de setembro/2017 (37,2%), sendo o menor valor desde 1957 (o recorde anterior era 39,5%, também em setembro/1963). 
 
Foram registrados 18 dias com umidade relativa abaixo de 40% em setembro/2017 (a média é de 9 dias), valor que ficou abaixo apenas de setembro/1963 (19 dias). Já com relação ao total de dias com umidade relativa abaixo de 30%, setembro/2017 registrou 16 dias com essa característica, tratando-se de um recorde (o recorde anterior era setembro/1994, com 14 dias).  
Outro recorde de setembro/2017 associado à secura foi o total de horas com brilho solar (259,3h), que superou o recorde anterior de setembro/2004 (208,4h). Esse recorde indica a presença de vários dias com pouca nebulosidade nesse mês. 
 
Outro destaque de setembro/2017 foram as temperaturas médias elevadas, apesar de não ter ocorrido nenhum recorde em termos de valor absoluto. A temperatura média foi de 19,8°C, valor que superado apenas por setembro/2004 (19,9°C). A temperatura média máxima de setembro/2017 (28,5°C), por outro lado superou o recorde anterior de setembro/1963 (28,1°C).  Considerando o número de dias com temperatura acima de 30,0°C, foram registrados 14 dias com essa característica em setembro/2017, valor recorde que se iguala ao registrado em setembro/1963.    
 
 
 

Texto de Samantha N.S. Martins Almeida, meteorologista da Estação Meteorológica do IAG.