PREVISÃO METEOROLÓGICA

Perceber como funcionam as condições meteorológicas, o tempo, e prever como ele vai ser, dependem de medições corretas das variáveis meteorológicas(temperatura, umidade, pressão, etc). Estas medições devem ser realizadas sempre em intervalos regulares e em várias estações meteorológicas.

Os previsores precisam de informações a cerca da atmosfera em todo o Mundo, junto à superfície e a vários níveis de altitude. Nenhum sistema de medição pode fornecer todas as  informações necessárias para a realização de uma previsão, por esse motivo são utilizados vários meios e métodos para obtenção de tais informações.

 A Previsão

Para que seja realizada a previsão do tempo precisa-se reunir as várias observações meteorológicas, em conjunto. As observações de superfície e as sondagens de altitude são enviadas para centros coletores e depois para os centros nacionais, observações provenientes de aviões, navios, bóias, estações meteorológicas automáticas e balões são recolhidas via satélite; a próprias observações de satélite são recebidas em centros de processamento, onde as imagens são preparadas e as temperaturas e ventos calculados. Então, depois destes estágios iniciais de coleta de dados, começa a troca internacional de informação, livre,  usando uma rede especial de ligações somente para fins meteorológicos, o Sistema Global de Telecomunicaçòes (GTS).

Quando tenham chegado aos maiores centros de previsão observações em quantidade suficiente, são introduzidas em computadores potentes, programados para elaborarem cálculos conhecidos como “previsão numérica de tempo”. Essa fase é importante para a previsão moderna.

Previsão Numérica

A atmosfera é observada em locais distribuídos irregularmente por toda a Terra e, embora algumas das observações sejam sinópticas, muitas são realizadas a horas diferentes, ditadas pelo vôos dos aviões e as órbitas dos satélites. Por contraste, os computadores de previsão do tempo têm que começar com valores sinópticos do vento, pressão, temperatura e umidade, numa malha regular de localizações horizontais, conhecida como rede de pontos, e num conjunto fixo de níveis na vertical. Exatamente o modo como os valores sinópticos da rede de pontos são calculados a partir das medições que foram reunidas – processo conhecido por análise – é a parte importante da história que vem a seguir.

Desde que a análise tenha terminado torna-se possível aplicar equações matemáticas que representam  todos os processos físicos que interessam , e assim, calcular a modificação que ocorrerá em cada valor de cada ponto da rede num intervalo de tempo curto chamado incremento de tempo. O cálculo, em cada ponto da rede, implicará em adições, subtrações e multiplicações, utilizando-se valores dos pontos da rede à volta. Logo que tenham sido calculados  novos valores  das variáveis (vento, pressão, temperatura e umidade), para todos os pontos da rede e a todos os níveis, todo o processo pode ser repetido para se avançar outro incremento temporal. Deste modo, pode, eventualmente,  ser elaborada uma previsão para algumas horas, um dia ou  alguns dias. Embora sejam feitos muitos cálculos, estes, na verdade, são aproximações da verdade.

O sistema de equações, aproximações e cálculos é chamado modelo numérico da atmosfera. Os modelos numéricos da atmosfera para previsão global requerem um número  muito grande de cálculos a serem realizados em tempo reduzido, para tanto utilizamos os chamados “supercomputadores’. Outra saída é reduzir o número de interações numéricas o modelo pode ser diminuído, aumentando o espaço entre os pontos na rede.

O Radar e Satélite na Previsão

As  mais ambiciosas de todas as medições realizadas a partir de satélites meteorológicos são, provavelmente, as que pretendem fornecer valores numéricos da temperatura do ar a níveis diferentes. O ar é uma mistura de gases e cada gás emite radiação, no infravermelho, de tipos particulares. Os radiômetros dos satélites utilizados para sondagem da temperatura são sintonizados para medir a radiação da pequena, mas bem conhecida, quantidade de anidrido carbônico que o ar contém. Pela medição da intensidade da radiação em vários comprimentos de onda da radiação, é possível deduzir valores diferentes da temperatura do ar, cada qual “valor médio” para uma camada diferente. E o mesmo sem o pormenor  vertical de uma radiossondagem, as sondagens por satélite fornecem informação da temperatura do ar em altitude onde outro  modo nada existiria, inclusive sobre todos os oceanos.

As estações de superfície, navios, bóias, balões, aviões, etc, fornecem informações a respeito da temperatura, umidade, vento, pressão e nuvens, mas nada sobre a precipitação, mesmo porque esta varia de lugar para lugar. Para obtermos tais informações utilizamos o  radar meteorológico, o qual é o meio técnico mais potente para medições de queda de chuva. Com o feixe de radar a prospectar horizontalmente, qualquer chuva, neve ou saraiva, que esteja no alcance do radar refletirá o sinal e fornecerá uma visão pormenorizada da distribuição da precipitação. A intensidade do eco de radar refletido pelas gotas de chuva pode ser relacionado com a taxa de queda de chuva.

 

A Importância da Previsão Meteorológica - Indústria, Comércio, Navegação e Agricultura

A previsão de nebulosidade, visibilidade e condições de vento nos aeroportos são necessárias para planejar a decolagem e aterrisagem. Certas condições meteorológicas perigosas podem aparecer durante vôos a níveis altos, como a turbulência em ar limpo e gelo que ocorrem no interior das nuvens convectivas. As previsões destes fenômenos são fornecidas sob a forma de “cartas de tempo significativo”, como parte da documentação de vôo para a tripulação. Também são úteis aos aviões informações a respeito da temperatura e vento, as quais podem levar a variações significativas no combustível necessário para uma determinada rota.

A previsão para a navegação também se faz importante para que a tripulação e a carga cheguem ao seu destino. Previsões de tempestades,  chuvas, ventos, formação de gelo, etc, auxiliam na determinação da melhor rota para o navio. A previsão meteorológica também é utilizada para que o tempo gasto na viagem seja o mínimo, sendo esta mais econômica.

Muitos aspectos da indústria, comércio e agricultura são sensíveis ao tempo. As observações meteorológicas são valiosas por permitirem vários tipos de serviços de avisos nestas áreas. As influências do tempo nesses setores acabam interferindo no transporte de cargas, na execução de serviços, previsão de consumo, épocas de plantio e colheita, etc.

Todos os aspectos do tempo podem ser importantes para as mais diversas áreas, tanto para a previsão de lucros como para a proteção de bens e pessoas.  A previsão também pode ser útil para o Turismo, onde o tempo indica quais os melhores locais a serem visitados  nas condições de tempo presente e futuro.