O Universo em 3-D: Astrofísica com Grandes Levantamentos de Galáxias

O objetivo deste Projeto Temático é duplo: i) consolidar nosso trabalho científico com grandes levantamentos de gal áxias e ii) obter recursos para construir o subsistema de fibras  ópticas do PFS/SuMIRe.
Grandes levantamentos de galáxias, espectroscópicos ou fotométricos, estão mudando a paisagem da Astronomia, uma vez que se constituem na melhor estratégia observacional para entender um dos maiores mistérios da cosmologia contemporânea: a natureza da energia escura, a componente dominante do universo e a respons ável pela aceleração de sua expansão.
De uma perspectiva cosmológica, esses levantamentos de redshifts de galáxias são necessários para construir mapas 3-D da distribuição de galáxias, que podem então ser usados para estimar os parâmetros cosmológicos através de estudos estatísticos de características impressas nessa distribuição .
A natureza da energia escura é na realidade apenas um dos muitos desafios científicos que podem ser enfrentados com esses grandes levantamentos. Na verdade, como exemplificado pelo Sloan Digital Sky Survey (SDSS), considerado o projeto mais produtivo de toda a história da Astronomia, esses levantamentos são ferramentas poderosas para estudar desde os asteróides do Sistema Solar até a nossa própria Galáxia, da evolução de galáxias à rede de estruturas em grandes escalas do universo. De fato, levantamentos de galáxias cobrindo grandes áreas no céu são considerados a forma mais eficiente, senão a única, de abordar adequadamente alguns dos mais importantes desafios da astronomia contemporânea.
Estamos atualmente participando ativamente de dois novos levantamentos: o Javalambre Physics of the Accelerating Universe Astrophysical Survey (JPAS) e o Prime Focus Spectrograph for the Subaru Measurement of Images and Redshifts Survey (PFS/SuMIRe). O potencial de ambos é enorme, tanto do ponto de vista científico quanto tecnológico. Já temos estudantes de pós-graduação e pós-docs desenvolvendo projetos que têm esses levantamentos como objetivo. Temos, também, forte participação no desenvolvimento de instrumentos para essas pesquisas, como na câmera CCD panorâmica do JPAs e no desenvolvimento do subsistema de fibras ópticas do PFS/SuMIRe. O desenvolvimento do desenho conceitual e testes de componentes deste subsistema já está sendo feito com apoio da FAPESP e este novo projeto objetiva obter os recursos para construir este subsistema como contrapartida para assegurar a participação de pesquisadores de São Paulo e outras partes do Brasil num projeto de vanguarda científica e tecnológica, como o PFS/SuMIRe.
 
Laerte Sodré Jr. (PI)
 
Departamento de Astronomia - IAG/USP
 
Raul Abramo (co-PI)
 
Departamento de Física Matemática - IF/USP