Notícias da Comissão de Pesquisa

Profa. Claudia Mendes de Oliveira é eleita membro titular da Academia Brasileira de Ciências

A Profa. Dra. Claudia Lucia Mendes de Oliveira, do Departamento de Astronomia do IAG/USP, está entre os 14 novos membros titulares eleitos na Academia Brasileira de Ciências (ABC), na área de Ciências Físicas. O resultado foi anunciado no dia 3 de dezembro, após Assembleia Geral Ordinária da ABC.

Moção da Congregação do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo em defesa da Educação, Ciência e Tecnologia

 
O Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG), incorporado à Universidade de São Paulo desde 1946, tem importante papel na produção científica e intelectual nacional. O instituto acolhe mais de 300 alunos de graduação e aproximadamente 200 alunos de pós-graduação.

Bolsa TT4 da FAPESP - projeto LLAMA

O projeto LLAMA (construção de radiotelescópio nos Andes argentinos) seleciona especialista em informática para integrar a equipe que prepara os programas de controle da antena.

Para se beneficiar de bolsa TT4 atribuída ao projeto, o candidato deve ter diploma de graduação + dois anos de experiência após a graduação, ou mestrado.

O valor da bolsa é de R$ 3104,80 para 40 horas semanais. Tempos menores podem ser negociados.
 
Contato: jacques.lepine@iag.usp.br ou telefone 30912757

IAG lança livro de Paulo Marques dos Santos sobre a história da Astronomia Observacional no Brasil

 
Com grande satisfação a Diretoria do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (IAG/USP) comunica o lançamento do livro "UMA RETROSPECTIVA DE 50 ANOS DA ASTRONOMIA OBSERVACIONAL NO BRASIL (1952–2002)", cujo autor é o Prof. Dr. Paulo Marques dos Santos.
 
Paulo Marques dos Santos faz parte do IAG desde 1947, atuando como meteorologista na Estação Meteorológica que segue instalada no atual Parque Cientec (antiga sede do IAG).

Rara emissão laser é detectada na Nebulosa da Formiga por astrônoma da USP

Um novo estudo sobre a bela Nebulosa da Formiga (também chamada Menzel 3) detectou a emissão de laser de hidrogênio produzida no núcleo deste objeto. A descoberta é relatada em artigo publicado no periódico Monthly Notices of the Royal Astronomical Society que tem a astrônoma Isabel Aleman como autora principal.
 
Nebulosas planetárias são formadas no estágio final de vida de estrelas de baixa e média massa.

Telescópio brasileiro tem papel importante em descoberta revolucionária associada ao Nobel de Física 2017

O Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG), da Universidade de São Paulo (USP) promoveu nesta segunda-feira, 16 de outubro, coletiva de imprensa a respeito das novas descobertas internacionais sobre as ondas gravitacionais e sobre o telescópio brasileiro T80-Sul, que teve participação importante nos resultados. 
 
Vídeo produzido pelo Núcleo de Divulgação Científica da USP:

Bolsas FAPESP de Treinamento Técnico no IAG

O Departamento de Astronomia do IAG/USP procura profissionais especializados para bolsas FAPESP de Treinamento Técnico.

Bolsa de Pós-Doutorado – Mapeamento de Biomassa com GPR

O Grupo de Geofísica Aplicada do Departamento de Geofísica do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da Universidade de São Paulo (USP), em São Paulo capital, recebeu uma bolsa da FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) – NERC-Natural Environment Research Council para colaborar no projeto "Nordeste: uma nova ciência para um importante, porém negligenciado bioma", e está selecionando candidato a uma bolsa de Pós-Doutorado (PD) para o período de 24 meses (Março/Abril 2017-Fevereiro/Março 2019).
 
Os candidatos devem te

Centro de Sismologia oferece vagas de Pós-Doutorado e Analista de TI para projeto Fapesp

O Centro de Sismologia da USP está selecionando candidatos para Analista de TI (Bolsa de Treinamento Técnico 5 FAPESP) e para duas vagas de Pós-Doutorado (Bolsa Pós-Doutorado FAPESP).

Estudante da USP identifica primeira estrela gêmea do Sol rejuvenescida por efeito “botox estelar”

Pesquisa liderada por astrônomos brasileiros ajuda a desvendar o mistério de estrelas gêmeas solares pobres em berílio
 
 
Uma equipe liderada por astrônomos brasileiros identificou uma estrela gêmea do Sol rejuvenescida por estrela companheira. Essa descoberta pode ajudar a desvendar o mistério de algumas estrelas similares ao Sol, mas que apresentam baixíssimo conteúdo de berílio.