Doutorado: Núcleos de galáxias ativos: propriedades em escalas de parsec e kilo-parsec

Data: 
27/01/2015 - 14:00
Local: 
Sala 15 do IAG (Rua do Matão, 1226, Cidade Universitária)

Defesa de tese de doutorado
Aluno: Danilo Morales Teixeira
Programa: Astronomia
Título: Núcleos de galáxias ativos: propriedades em escalas de parsec e kilo-parsec

 
Comissão julgadora
Profa. Dra. Zulema Abraham - orientadora – IAG/USP 
Prof. Dr. José Ademir Sales de Lima – IAG/USP
Prof. Dr. Rodrigo Nemmen da Silva – IAG/USP 
Prof. Dr. Anderson Caproni – UNICSUL/SP 
Prof. Dr. Grzegorz Kowal – EACH/SP
 
 
Resumo
Neste trabalho estudamos a dinâmica de discos torcidos finos e espessos para compreender melhor a propagação da deformação nestes discos. No caso dos discos finos, estudamos a física do efeito Bardeen-Petterson e aplicamos este modelo para explicar o jato em escalas de parsec e kilo-parsec da galáxia NGC 1275. Encotramos que o efeito Bardeen-Petterson reproduziu muito bem a forma do jato e com isto derivamos os parâmetros do disco como raio, valores das viscosidades azimutal e vertical, lei de potência da densidade superficial e spin do buraco negro.
Para uma melhor compreensão da física destes discos, realizamos simulações GRMHD de discos moderadamente finos tanto planos como inclinados para estudar a evolução do ângulo de inclinação entre os momentos angular do buraco negro e do disco de acresção assim como o ângulo de torção que está associado com a precessão do disco. 
Encontramos que quando o disco de acresção e o buraco negro rotacionam no mesmo sentido, o ângulo de inclinação entre os momentos angular apresentou um comportamento oscilatório na parte interna do disco e permaneceu constante na parte externa em acordo com as previsões teóricas. Já quando o buraco negro rotacina no sentido oposto ao disco de acresção, encontramos pela primeira vez numa simulação GRMHD evidências de alinhamento, ocorrendo um alinhamento de 10\% do angulo entre os momentos angulares do disco e buraco negro. Além disso, comprovamos pela primeira vez numa simulação GRMHD a não isotropia do stress.
Utilizando um modelo semi-analítico, comparamos os resultados de nossas simulações com este modelo, utilizando os dados da simulações de disco plano como entrada e obitivemos os mesmos comportamentos das simulações tanto no caso prógrado quanto no caso retrógrado mostrando que o alinhamento é devido ao regime onda.  
 
Palavras chave: discos de acresção, AGNs, núcleos ativos de galáxias, relatividade geral, buracos negros, MHD.