Mestrado: Análise de estrelas análogas solares em sistemas binários: HD 120690, HD 114174, HD 2133 e CD-56 7708

Data: 
29/08/2019 - 10:00
Local: 
Auditório ADM210 do IAG (Rua do Matão, 1226, Cidade Universitária)


Defesa de dissertação de mestrado
Aluno: Thayse Adineia Pacheco
Programa: Astronomia
Título: Análise de estrelas análogas solares em sistemas binários: HD 120690, HD 114174, HD 2133 e CD-56 7708

Comissão julgadora
1 – Prof. Dr. Jorge Luis Melendez Moreno – IAG/USP
2 – Profa. Dra. Beatriz Leonor Silveira Barbuy – IAG/USP
3 – Prof. Dr. André de Castro Milone - INPE/São José dos Campos-SP
4 – Prof. Dr. Diogo Martins Souto – UFS/São Cristovão-SE
 
Resumo
A idade e a perda de massa de estrelas possuem grande incerteza em astrofísica estelar. Sistemas binários com uma componente anã branca, são fundamentais para aprimorar o conhecimento sobre esses importantes parâmetros astrofísicos. Neste trabalho será apresentada a análise dos sistemas binários HD 114174, HD 2133 e CD-56 7708, que são estrelas do tipo solar e possuem uma componente secundária anã branca. Esta estrela mais evoluída transferiu massa à estrela de sequência principal através dos super ventos em sua fase prévia de gigante vermelha e, consequentemente, poluiu e enriqueceu a atmosfera da estrela primária com elementos produzidos pelo processo-s. Também o sistema binário HD 120690 havia sido identificado com um excesso no padrão de abundâncias de elementos pesados, porém, foi necessário observar a sua companheira para determinar a natureza da estrela. Tivemos aprovação em pedidos de tempo para utilizar o método de coronografia dos instrumentos GPI/Gemini e SPHERE/VLT para observar a componente secundária dos sistemas HD 114174 e HD 120690. Assim, podemos confirmar a presença de uma anã branca no sistema HD 114174 e uma anã vermelha da sequência principal no sistema HD 120690. Para os 4 sistemas estudados, com base em calibrações fotométricas, foram determinados os parâmetros físicos temperatura efetiva, massa, gravidade superficial, raio, velocidades de microturbulência e macroturbulência, e metalicidade através de síntese espectral. As estrelas HD 2133 e CD-56 7708 possuem elevada rotação (v sem i ≈ 25 km s - 1 ), então foi realizado um estudo mais detalhado desses sistemas, em particular da estrela CD-56 7708, que possui uma importante contaminação no espectro pela luz da anã branca. A análise química da estrela primária foi focada no C e nos elementos produzidos pelo process-s Y e Ba, que possuem uma sobreabundância se comparadas a outras análogas solares. Esse padrão de abundâncias químicas foi adotado para comparar às yields dos modelos de AGB, para estimar a massa da estrela progenitora da companheira anã branca. Além disso, esse estudo foi relevante para determinar a idade do sistema, que está em bom acordo comparando as idades obtidas para a anã branca e a estrela primária. 
Palavras chave: análogas solares; anã branca; anã vermelha; sistemas binários; transferência de massa.