Mestrado: Estudo das componentes superluminais do blazar TXS 0506+056

Data: 
10/10/2019 - 14:00
Local: 
Auditório P218 do IAG (Rua do Matão, 1226, Cidade Universitária)


Defesa de dissertação de mestrado
Aluno: André de Almeida Schutzer
Programa: Astronomia
Título: Estudo das componentes superluminais do blazar TXS 0506+056

Comissão Julgadora:
Profa. Dra. Zulema Abraham – IAG/USP
Prof. Dr. Rodrigo Nemmen da Silva – IAG/USP
Prof. Dr. Anderson Caproni – UNICSUL/São Paulo-SP
Prof. Dr. Alberto Rodriguez Ardila – LNA-MCT/Itajubá-MG- por videoconferência
 
Resumo
O principal objetivo deste trabalho é estudar a estrutura e evolução de jatos do AGN TXS 0506+056. Esse objeto é um blazar de espectro plano que, em 2017, foi reconhecido como a primeira fonte de neutrinos extragaláctica (IceCube Collaboration et al., 2018) e, na mesma época, intensos flares em raios-γ foram detectados. Emissões de Núcleos Ativos de Galáxias (AGNs) em ondas de rádio foram analisadas utilizando dados de domínio público obtidos através Interferometria de Longa Linha de Base (VLBI). Observações deste e de outros AGNs mostram a existência de jatos originados em seus núcleos com intensas componentes movendo-se com velocidades superluminais. A direção de novas componentes ejetadas, ambas no plano do céu e na linha de visada, podem variar de uma componente para outra, o problema é como identificar a mesma componente utilizando mapas obtidos em diferentes épocas. O método tradicional ajusta um arbitrário número de gaussianas elípticas representada como componentes do jato e posicionadas em diferentes distâncias do núcleo, seus parâmetros são determinados através da função de visibilidade. Caproni et al. (2009) adaptaram o método Cross-Entropy (CE) e ajustaram os parâmetros das componentes do jato através de gaussianas bidimensionais no plano da imagem. A técnica do CE pode calcular os parâmetros das fontes com similar acurácia comparada aos obtidos através do método tradicional, que tem sido utilizado na literatura, e apresenta a vantagem de ser independente dos parâmetros iniciais do modelo, permitindo a determinação do número de componentes do jato. Neste trabalho, nós utilizamos o CE para modelar 17 imagens de domínio público do jato de TXS 0506+056 que tem sido monitorado pelo programa MOJAVE utilizando o VLBA em 15 GHz. Adicionalmente, desenvolvemos uma análise utilizando dados do Fermi-LAT entre 300 MeV e 300 GeV com o objetivo de gerar uma curva de luz raios-γ e verificar uma possível correlação entre a ejeção de novas componentes com a ocorrência de flares em raios-γ. Nós identificamos 12 componentes distintas, através de suas densidades de fluxo e ângulos de posição no plano do céu, se afastando do núcleo em trajetória balística com velocidades superluminais que variam entre 10.1 ≤ β app ≤ 18.6. Nesta dissertação, nós propomos um cenário cinemático para essas componentes bem como uma análise de seus ângulos de posição com o objetivo de verificar uma precessão no jato do blazar em escalas de parsec, seguindo o modelo desenvolvido por Abraham et al. (2009). Entretanto, não foi possível encontrar precessão e periodicidade em raios-γ no TXS 0506+056.
Palavras-chave: radioastronomia; jatos de AGNs; blazares.