Seminário: A evolução da paisagem (e dos habitats) na Amazônia: resultados de simulações numéricas

Data: 
20/08/2020 - 16:30
Local: 
Transmissão online


O seminário do Departamento de Geofísica será ministrado pelo MSc. Tacio Cordeiro Bicudo (IAG/USP)

 
Resumo: Durante o Cenozóico, a paisagem na região da Amazônia passou por grandes mudanças devido a atuação de diferentes processos geodinâmicos. Sabe-se que o soerguimento da Cordilheira dos Andes e suas consequências na dinâmica sedimentar tiveram papel fundamental nessa evolução, guiando a formação da maior bacia hidrográfica do planeta, a bacia hidrográfica do Rio Amazonas, por volta de 10 Ma. Trabalhos que calcularam as variações na topografia devido a dinâmica mantélica, mostraram que esse processo também atuou de forma significativa na evolução e formação da bacia hidrográfica do Rio Amazonas. Ainda assim, ainda restam questões acerca de diversos aspectos da evolução da paisagem na região, inclusive quais foram os processos atuantes e o papel de cada processo nessa evolução. Dessa maneira, para tentar responder a essas questões, foram realizadas diversas simulações da evolução da paisagem na Amazônia, desde os últimos 30 Ma, utilizando-se um modelo numérico que incorpora diferentes processos geodinâmicos agindo em conjunto. Os resultados dessas simulações reproduzem diversas características propostas em modelos conceituais da evolução da paisagem baseados no registro sedimentar da região. Dentre outras implicações, esses resultados permitiram reconstruir a evolução de diferentes habitats na Amazônia, ajudando a entender também como a evolução da paisagem afeta a evolução da biodiversidade na região. No presente seminário serão apresentados os resultados de novas simulações para a evolução da paisagem na Amazônia desde os últimos 30 Ma, e serão discutidas as implicações desses resultados para a evolução dos habitats e, consequentemente, da biodiversidade na região.