Seminário: Caracterização do fluxo em fraturas através da perfilagem do potencial espontâneo

Data: 
24/06/2021 - 16:30
Local: 
Transmissão online


O seminário do Departamento de Geofísica será ministrado por André Kowalski, doutorando do Programa de Pós-Graduação em Geofísica do IAG/USP.

 
Resumo: A perfilagem do potencial espontâneo (SP) é um dos métodos geofísicos mais antigos, sendo ainda muito utilizada em poços para produção de petróleo e gás com o objetivo de distinguir entre camadas produtivas e camadas com água. Nestes tipos de levantamento, o potencial espontâneo apresenta predominância de mecanismos com origem eletroquímica devido à diferença de concentração entre as águas de formação e do fluido de perfuração, atingindo valores da ordem de centenas de milivolts. Entretanto, mecanismos de origem eletrocinética também podem gerar um potencial elétrico, porém com magnitude da ordem de dezenas de milivolts, inviabilizando levantamentos com sondas comerciais disponíveis que geralmente não possuem capacidade para definir tal sinal. De maneira a permitir o levantamento dos sinais SP de baixa magnitude, esperados como resultado do fluxo através de fraturas, foi desenvolvido um procedimento de perfilagem SP de baixo ruído realizada durante testes de bombeamento em poços. Este procedimento é promissor, pois permite obter medidas diretamente relacionadas ao fluxo de água de maneira simples, fornecendo informações sobre fraturas hidraulicamente ativas, assim como suas cargas hidráulicas. Resultados em um poço teste localizado em frente ao IAG/USP indicam a viabilidade do procedimento na identificação das zonas de fraturas ativas, bem como a caracterização do sistema aquífero ao qual as fraturas estão conectadas.