Turbulência em meios astrofísicos

Data: 
15/08/2019 - 12:00 - 13:00
Local: 
Auditório 1 (P217) (bloco principal)

Turbulência em meios astrofísicos 


Reinaldo Lima 

IAG/USP

 

O meio intra-aglomerado de galáxias e as diversas fases do meio interestelar são preenchidos por um plasma (gás ionizado) que naturalmente desenvolve padrões de escoamentos “caóticos” ou turbulentos. Isto se deve à constante deposição de energia mecânica (através de explosões de supernova, jatos e ventos estelares, jatos de núcleos de galáxias, instabilidades de raios-cósmicos, etc) nas escalas em que a viscosidade do plasma tem papel dinâmico desprezível. Ao mesmo tempo, estes meios são permeados por campos magnéticos cuja interação com o plasma aumenta a complexidade da física da turbulência. Esta turbulência magneto-hidrodinâmica deve regular direta ou indiretamente diversos processos astrofísicos, como por exemplo: a formação estelar, atividade dínamo em estrelas e na Galáxia, a eficiência da aceleração de raios cósmicos em choques de supernova e em sítios de reconexão magnética em torno de buracos negros, a taxa de difusão de raios cósmicos na Galáxia. Neste seminário darei uma visão geral sobre a turbulência e seu papel em diversos fenômenos astrofísicos fundamentais investigados por mim e meus colaboradores, utilizando principalmente simulações numéricas magneto-hidrodinâmicas.