Análise da Homogeneidade da Magnetização de Estruturas 2D através da Interpretação Quantitativa de Anomalias Magnéticas Marinhas nas Rias Mamangua e Paraty-Mirim, Rio de Janeiro, Brasil

 

Programa: 
geofisica
Primeiro Autor: 
Janaína Anjos Melo
Ano de Publicação: 
2021
Nome da Revista/Jornal: 
73ª Reunião Anual da SBPC
Tipo de publicação: 
Artigo publicado em Congresso
localidade: 
Publicação Nacional
Autores: 
Melo, J.A., Mendonça, C.A., Marangoni, Y.R. & Soares, W.P.,
Página Inicial: 
1
Página Final: 
4
Palavras-chave: 
lineamentos magnéticos; magnetização uniforme; diques

As rias Mamanguá e Paraty-Mirim, situadas na região costeira do Rio de Janeiro, estão inseridas no Cinturão Araçuaí caracterizado pela presença de granitoides brasilianos pré a pós-tectônicos. Essas rias são marcadas por lineamentos magnéticos NE – SW com polaridades magnéticas distintas, cujas fontes causadoras podem ser zonas de falhas, contatos geológicos ou corpos intrusivos. Com base neste cenário, o trabalho visa investigar a natureza da magnetização dessas fontes subaflorantes. Os corpos com magnetização uniforme indicam possíveis diques, pois em determinadas condições de cristalização, os diques tendem a ser homogêneos. Desta forma, o teste de homogeneidade da magnetização para os dados magnéticos marinhos foi realizado através do método da Transformada Aniquiladora de Campos 2D. Os resultados revelaram fontes 2D homogêneas possivelmente associadas aos dois enxames de diques toleíticos, Resende – Ilha Grande e Serra do Mar, que possuem diferentes idades de intrusão.

AnexoTamanho
Melo, J.A., Mendonça, C.A., Marangoni, Y.R. & Soares, W.P.,.pdf918.05 KB